Aproveitamentos
01 / 01

Aproveitamentos

Aproveitamento Hidroagricola de Campilhas

No prosseguimento da obra de fomento hidroagrícola, fixada à Junta Autónoma das Obras de Hidráulica Agrícola, foi construído o Aproveitamento Hidroagricola de Campilhas, tendo sido inaugurada em 18 de julho de 1954.

A rede de rega principal tem um desenvolvimento total de 44.350m, repartidos pelo canal de Campilhas (32.873m) e pelo canal de S.Domingos (11.477m). Estes canais servem, respectivamente, 1.515ha e 323ha, totalizando 1.838ha de área regada. A rede secundária de rega totaliza, nos dois canais principais, cerca de 22.400m. Saliente-se que o canal de S.Domingos é servido por duas estações elevatórias, dada a necessidade de elevar a água para cotas que lhe permitam fluir por gravidade. Assim, a estação elevatória de Campilhas, situada a 23,8Km do início do canal principal, eleva 572 l/s, 9,1m acima do nível deste canal. Parte deste caudal será posteriormente elevado pela estação elevatória de S.Domingos, a qual tem uma capacidade de 302 l/s. A tomada de água da barragem e as estações elevatórias estão automatizadas, sendo accionadas a partir da central de comando localizada na sede da Associação.

 campilhas

 

 CAMP6 

Culturas e áreas cultivadas

ocupacao culturas campilhas miniat

ver maior


CUL4

 

 

Os solos que constituem o aproveitamento de Campilhas e S. Domingos são sobretudo aluviões fluviáveis, com a sua origem em Pliocénios e Miocénios, provenientes dos arrastamentos das encostas que marginam os seus vales. A sua textura é predominantemente argilo/arenosa. 

  

 

CAN3 

 Grafico das culturas e áreas regadas

evolucao culturas campilhas miniat

ver maior

CAN4